Youtuber Marina Joyce Comemora Loucura Dos Fãs: ‘Mais S

24 Mar 2019 03:56
Tags

Back to list of posts

<h1>Como Criminosos Ganham Dinheiro Pela Internet?</h1>

<p>Vitrine: Jaqueline Oliveira, 23 anos, est&aacute; conectada a mais de 36 redes sociais. S&atilde;o Paulo - H&aacute; 25 anos, o headhunter de Curitiba Bernardo Entschev, que recruta executivos, recebia e enviava curr&iacute;culos pelo correio. Hoje, &eacute; imposs&iacute;vel ponderar na tarefa de procurar e divulgar detalhes profissionais sem a internet e as redes sociais.</p>

<p>S&oacute; no LinkedIn — uma ferramenta que serve, fundamentalmente, pra publicar o curr&iacute;culo — h&aacute; mais de 3 milh&otilde;es de usu&aacute;rios brasileiros. Sere&iacute;smo, A Moda Que Est&aacute; Inundando O Brasil de entrar em contato com cada candidato, um recrutador definitivamente vai ceder uma espiada no que existe publicado a respeito da pessoa pela web. “O curr&iacute;culo no papel n&atilde;o &eacute; mais a principal ferramenta do mercado”, diz o headhunter.</p>

<p>Apesar do mundo altamente conectado, o curr&iacute;culo resiste bravamente. A pergunta &eacute;: “Faz significado requisitar curr&iacute;culo formal nos dias de hoje? Qual &eacute;, em conclus&atilde;o, a credibilidade dele? ”. Para muita gente, o velho hist&oacute;rico de carreira em papel &eacute; passado. Basta acompanhar o n&uacute;mero de pessoas que s&atilde;o contratadas a partir do Twitter. A publicit&aacute;ria paulista Jaqueline Oliveira, de vinte e tr&ecirc;s anos, foi contratada na ag&ecirc;ncia Neotix ent&atilde;o. “Esse foi o primeiro emprego que arrumei pela web.</p>

Social-Media-232316.jpeg

<p>Outras pessoas neste momento haviam me chamado pra falar e, se n&atilde;o fui contratada antes, no m&iacute;nimo aumentei bastante meu networking”, conta Jaqueline. Para headhunters e organiza&ccedil;&otilde;es de recrutamento no geral, o LinkedIn &eacute; a rede mais s&eacute;rio para as pessoas que quer manter uma vitrine para o mercado. O n&uacute;mero de membros brasileiros vem crescendo mais r&aacute;pido e, no universo inteiro, h&aacute; 100 milh&otilde;es de pessoas conectadas. Por&eacute;m a recomenda&ccedil;&atilde;o &eacute; n&atilde;o conservar o perfil em algumas redes sociais.</p>

<ul>
<li>Filmes de Treinamento</li>
<li>quatro - Experimente vender em m&iacute;dias sociais</li>
<li>Perfis que apresentam pouca atividade</li>
<li>sete descomplicado passos pra voc&ecirc; gerar mais tr&aacute;fego pra teu website (garantido!)</li>
<li>Business: US$ 249/m&ecirc;s</li>
<li>Cobre por encomendas de viagem</li>
<li>O que levou &agrave; suspens&atilde;o do Facebook</li>
</ul>

<p>Apesar de conceder boa visibilidade, manter todas as ferramentas atualizadas vai doar servi&ccedil;o tamb&eacute;m. “O ideal &eacute; participar de uma ou duas, mant&ecirc;-las a toda a hora atualizadas, olhar os contatos que chegam e sondar as oportunidades de parceria e neg&oacute;cio”, diz Bernardo. Al&eacute;m das m&iacute;dias sociais, os sites de curr&iacute;culo virtual bem como substituem de alguma forma o curr&iacute;culo de papel. Jo&atilde;o Doria, O Prefeito 'n&atilde;o-pol&iacute;tico', Briga Segunda Elei&ccedil;&atilde;o de n&atilde;o ser garantia de vaga, estas plataformas s&atilde;o uma vitrine a mais pra anunciar o hist&oacute;rico profissional, j&aacute; que numerosas corpora&ccedil;&otilde;es fazem uso esses servi&ccedil;os para procurar profissionais. “Enviar curr&iacute;culos &eacute; como plantar sementes, voc&ecirc; espalha para todos os lados sem saber exatamente onde aquilo ir&aacute; brotar.</p>

<p>O website &eacute; mais eficaz”, diz Marcelo Abrileri, presidente da Curriculum, um dos principais blogs de emprego do estado. Diretor Dos 76ers Pede Demiss&atilde;o Depois de Den&uacute;ncia De Contas Falsas Em M&iacute;dias sociais , o curr&iacute;culo usual ainda beneficia muita gente. O engenheiro Phelippe Barroso, de quarenta e tr&ecirc;s anos, foi contratado como gerente de opera&ccedil;&otilde;es t&ecirc;xteis da Del Rio Lingerie pelo motivo de teu hist&oacute;rico profissional chegou &agrave; empresa depois de ser divulgado por um servi&ccedil;o de recoloca&ccedil;&atilde;o.</p>

<p>“Eu acredito que ter um curr&iacute;culo ainda tem &ecirc;xito, tanto para enviar por e-mail quanto pelo correio”, diz o engenheiro. Foi a partir de uma mala-direta que ele chegou &agrave; corpora&ccedil;&atilde;o atual. As m&iacute;dias sociais aumentaram a visibilidade dos profissionais, todavia ainda n&atilde;o conseguiram exterminar o curr&iacute;culo de papel. “O curr&iacute;culo virtual e o perfil no LinkedIn se adicionam.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License